quarta-feira, março 11, 2009

hummm...


Hoje ouvi-"A" novamente... e agradeço-lhe tanto por me fazer cair em mim! (apesar de prometer que um dia me bate...lol)

Estou sentada...
a cair de sono...
e a sentir aquela explosão que nos dá no peito quando estamos apaixonados...



Esta foto tem uma histórinha... (que talvez explique estas explusões no meu peito)
Foi tirada em Miami este Verão, e eu estava "flashada" pelo senhor que cozinhava os nosso hamburgeres, porque para mim era o sósia de alguém que não via a muito...
E foi como reencontra-lo, os olhos ficaram brilhantes... o coração a mil... as minhas amigas diziam "hey, do que te foste lembrar..." os meus olhos percorriam-no... o rapaz talvez já incomodado, olhou-me, sorriu e perguntou se tava tudo bem, se precisava de alguma coisa...
Não consegui falar... sorri...
e pensava... "como é que te venho encontrar aqui?... como é que te vejo aqui?... porquê que te procuro ainda?..."



Eu não sabia a resposta para aquelas perguntas naquele dia...
mas seja como for, estiveste lá comigo, naquele dia, naquele momento...
numa outra dimensão talvez...



Hoje já sei as respostas...
as pessoas Importantes nunca saem da nossa vida, podem ausentar-se... mas nunca saem...




C

1 comentários:

João Tang disse...

Olá C

Isso faz-me lembrar de um post antigo que escrevi sobre como era engraçado quando temos alguem que nos faz sonhar por tanto tempo e depois os nossos olhos iniciam secretamente uma procura sub-consciente dessa pessoa, e quando encontramos sem ainda termos consciencia disso, o coração começa em arritmias e taquicardias sem explicação, a respiração não é a mesma, começamos levemente a transpirar e depois pensamos "mas afinal o que é que se passa aqui que me esá a escapar" e abrimos bem os olhos e olhamos, vemos, admiramos o reencontro imaginário dessa pessoa, imaginamos as cores, os cheiros e os sentimentos que temos quando perto dessa pessoa, os sorrisos e tudo o mais que possamos...imaginar! Ou querer?

Beijo
Tang